domingo, 24 de julho de 2016

RESENHA: A LENDA DE MATERYALIS - SAYMON CESAR.


Hey cupcakes, tudo bem com vocês? Hoje eu vim trazer pra vocês a resenha  de um livro de mais um parceiro do blog! ❤️


LIVRO: A Lenda de Materyalis - As Crônicas de Aliank.
AUTOR (A): Saymon Cesar.
PÁGINAS: 239.
EDITORA: Novo Século.
SINOPSE: "No principio dos tempos, as sociedades de Hedoron acreditavam nos mandamentos de Materyalis, suposto criador do Universo e da vida. A lenda diz que a divindade se angustiou ao observar os atos corruptíveis das suas criaturas e atribuiu a si toda a culpa da imperfeição dos povos. Sua consciência atordoada separou sua essência em duas entidades, criadoras de ideologias extremistas que dividiram a crença das sociedades. Assim nasceu a materja, a guerra que visa a consolidação de uma verdades entre todas as raças.
Avessa ao proposito da contenda milenar, surge uma sociedade secreta, que busca o único artefato capaz de desvendar o que realmente foi Materyalis e , assim, livrar os povos da duvida que os condenou aos intermináveis confrontos. Mas para chegar ao objetivo, é necessário usar a misteriosa aptidão de cinco indivíduos habitantes de Aliank, um reino dominado por contradições que podem apressar a ruina do mundo antes que a verdade sobre Materyalis seja revelada."

O que dizer sobre esse livro que agora é um dos meus preferidos?

Bom, a história é contada sob ao ponto de vista de Harcos, um verinista (uma das ideologias do livro, que inicialmente são três: Teryonismo, Marilismo e Emylismo.), que deseja realizar o desejo de seu mestre Müdrick: encontrar o Sinkra e enfim descobrir o que é realmente Materyalis.

Confesso que no começo fiquei um pouco confusa com tantos nomes diferentes, tantos "dens" (poderes dos personagens), mas, foi questão de tempo para que entendesse e me acostumasse, coisa que quem, como eu, já leu os livros de George RR Martin sabe bem como é. E por falar no ilustre Martin, esse livro me lembrou os dele em alguns momentos, o que ao meu ver, é um incrível elogio, pois amo de paixão esse estilo.

O livro, contém uma diagramação incrível, uma clássica divisão em capítulos (neste caso, "visões") e nas páginas somos presenteados com pequenos detalhes desenhados. E mais, a obra conta com detalhes riquíssimos, o que nos faz ser capaz de estar no lugar descrito igualmente ao personagem, sentir o que ele sente, ter vontade de fazer os mesmo movimentos.

 Apesar de a história acontecer em uma realidade muito distante da nossa, há muitos pontos da leitura sobre o conflito da guerra ideológica e a fé, que vemos se aplicarem ao nosso meio. O autor, mostra ter um conhecimento gigantesco ao fazer isso. Percebemos, assim, que a guerra transcrita no livro, não é apenas uma "luta" entre as pessoas boas e as más.

No decorrer da história, Saymon nos apresenta personagens de várias raças, como elfos, majurks, humanos com habilidades sensacionais e até mesmo espíritos. Quero deixar claro aqui, que desde de a descrição do elfo Hirlun, ele se tornou meu personagem favorito, o que só foi crescendo com as ações dele. Contudo, minha curiosidade é bem grande em saber mais sobre Harcos e seu mestre.

Fiquei bastante impressionada e maravilhada com a história e no final... Aah, o final está me fazendo roer as unhas de tanta curiosidade até agora, então por favor Saymon, nos presenteie logo com o segundo volume! Fica a dica para os fãs de literatura fantástica. Mais que indico! 

Deixarei abaixo a minha seleção de trechos:

"Despeço-me não com o desespero de quem agora, precisa fugir para sobreviver, mas com a alegria de ter encontrado aliados que podem mudar drasticamente o que achamos conhecer sobre a realidade da nossa origem e findar com suas batalhas milenares da materja."

"Uma lebre fraca não traz divertimento a um lobo sanguinário e selvagem como eu. Você é lixo e será tratado como tal!"

"Cometemos erros irmão. Ou por escolhas erradas ou por não sermos fortes o bastantes para impedir que outros nos levem a cometer o mal."

"Descansarei por hora [...] A busca pela verdade da lenda de Materyalis será longa e certamente trará muitas visões [...]"

(Resenha disponível também no Skoob.) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário