quarta-feira, 10 de agosto de 2016

RESENHA: ÉRICA - LARISSA BARROS LEAL.




Olá Cupcakes! Trago pra vocês mais uma resenha. Hoje, do livro da parceira Larissa Barros Leal. Espero que gostem!



LIVRO: Érica.
AUTOR (A): Larissa Barros Leal.
PÁGINAS: 271.
EDITORA: Novo Século.
SINOPSE: Érica (15 anos) tinha uma vida normal em Fortaleza até a manhã em que seus pais foram mortos no lugar dela. Após descobrir que foi incluída na lista negra da ordem das doze tribos de Israel (ODTI), recebe um convite para se tornar uma agente da Europol, que luta com todas as suas forças para impedir que fundamentalistas exterminem a humanidade.
Enquanto isso, em Moscou, dois jovens sobrevivem a um duplo atentado que mata quase todos os seus amigos e lidam com a revelação de um segredo que envolve uma das vítimas. No Cairo, uma ONG islâmica tenta escapar de uma armadilha arquitetada pela ODTI para submetê-la às suas decisões. Em Washington, sede da Ordem, a filha de um funcionário da Casa Branca cai em ciladas para que seu pai colabore com os radicais. Em Pequim, um filho procura o pai, há meses desaparecido...
Todas essas histórias se conectam. As tensões não se dão apenas entre povos e religiões, mas também entre pais e filhos, amigos, casais. Conseguirá Érica salvar a todos da destruição cada vez mais próxima?”

Esse livro conta a historia da brasileira Érica, que na manhã seguinte a festa do seu aniversário de 15 anos, recebe a noticia de que seus pais foram assassinados. Érica se vê perdida quando um jovem estranho, chamado Derek, a convida para ir ate Frankfurt e vingar a morte de seus pais.

A obra me prendeu bastante, é cheia de suspense e revelações como eu gosto. Eu gostei muito de todos os personagens, pois não são aquele tipo que está ali só pra ser coadjuvante, cada um deles tinha sua própria história que se entrelaçava com as outras.

Achei que a Érica conseguiu lidar com tudo muito bem, do começo ao fim foi madura, enfrentando todos os obstáculos que surgiam para atrapalhar sua “missão”. Os outros personagens também tiveram seus momentos decisivos da história, o que achei bem legal.

A leitura é bem fácil, com muitos detalhes, o que faz a gente conseguir visualizar o que está lendo. É divido em partes, que por sua vez são divididas em capítulos numerados. Dentro do livro, a autora nos presenteou com pequenos detalhes desenhados na divisão de personagens (os achei muito fofo).

Fiquei chateada em algumas partes, por que os personagens são tão bem criados que conseguiam nos transmitir seus sentimentos, porém teve momentos de muita alegria para alguns, como os casais.

Mas se você está pensando que é só mais um romance... Está enganado. O livro contém muito de religião; conceitos de caráter, perdão, maturidade e um toque político.

O final... Ah, o final... Larissa Barros Leal, que final hein?

Bom, eu gostei muito, muito do livro inteiro. Já recomendei para varias pessoas, e elas pareceram achar o livro interessante também. Espero que possa ler mais obras suas. Faça um favor pro Brasil, e continue a escrever!

Super recomendo!

Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos.

“[...] a morte, de repente, tornou-se minha única aliada no meio de tantos inimigos. [...]”

“[...] ensinou ao mundo uma lição singular: numa guerra não existem vencedores. Todos perdem: vidas, sonhos e futuros. Por cada pessoa, soldado ou civil, que morre numa guerra, a humanidade perde um pouco de sua essência, e os países, parte de seu maior patrimônio.”

“Em meio a duras perdas, nasce a determinação.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário