segunda-feira, 31 de outubro de 2016

RESENHA: O TEMPLO - CARINE RAPOSO.




Hey cupcakes! Hoje no Halloween, eu trouxe uma resenha bem legal pra vocês. Espero que gostem!






LIVRO: O Templo.
AUTOR (A): Carine Raposo.
PÁGINAS: 315.       
EDITORA: Produção Independente.
SINOPSE: “Se Liza se lembrasse do ocorrido no cemitério, talvez encontrasse a explicação para as sombras. Ou talvez entendesse de onde vinham os sussurros em seus pensamentos. No entanto, tudo o que ela se recorda é de um nome: Ethan.
Até um estranho se apresentar como seu migo no Central Park, e roubar o diário de sua mãe. Onde estava sua única chance de desvendar o passado. Agora, sozinha em nova Iorque, longe de seus melhores amigos e sem qualquer vestígio de memória, ela fara de tudo para descobrir o que aconteceu.
Ela sente que precisa entender quem é o dono dos olhos esmeraldas invadindo seus olhos. Mas o tempo não será suficiente, pois enquanto afunda na terrível verdade sobre si mesma e sobre seus pais desaparecidos, Liza precisara impedir o casamento de sua irmã com um assassino.”


Pelo amor dos anjos do Conselho Carine, desse jeito você mata seus leitores!

O Templo nos conta mais sobre a história de Liza. Dessa vez, ela acorda em hospital sem memória, após a horrível noite no cemitério. Liza se lembra de apenas um nome, Ethan. Ethan que parece querer ajuda-la, que ama sua irmã e irá se casar com ela. Contudo, ela é perseguida por sombras, previsões de magos e pelo horrível cheiro de terra, sal e orquídea.

Nesses momentos em que ela sabe estar correndo perigo, olhos verdes invadem sua mente. Mesmo sem se lembrar de nada e ninguém, a garota sabe que sente algo inexplicável pelos olhos verdes. Ela sabe que coisas importantes precisam ser lembradas, porém uma barreira invisível dentro dela a impede de se recordar.

Com esse segundo volume, temos novos personagens e incríveis revelações. O livro deixa de ser narrado principalmente por Liza, para ser contado na visão de quase todos os personagens, o que deixa a coisa toda mais ‘real’.

Nosso casalzinho preferido (#Lizel uhul) enfrenta muitos problemas, o que me deixou muitooo angustiada em certos momentos. O amor e o ódio estão ainda mais entrelaçados e presentes nesse volume.

Os personagens continuam incrivelmente bem construídos, descobrindo cada vez mais a si mesmos. A diagramação é perfeita! Com a capa maravilhosa retratando o templo, no qual Nathaniel passa a maior parte do tempo. Possuindo os capítulos numerados e nomeados que eu gosto, e no interior do livro, pequenos e delicados pássaros em desenho.
Eu fico tentando entender como tudo isso cabe dentro da sua cabecinha Carine (autora), e se transforma nessas coisas maravilhosas que posso ler agora.

Uma vez eu li em algum lugar (que agora não me recordo qual) você dizendo que seus personagens vinham até vocês em sonhos, que eles conversavam com você. Pois bem. Agora eles conversam comigo. Agora eles estão me atormentado por conta desse final. Maldade sua fazer isso com a gente 😭

Com certeza eu quero mais! Seja do nosso casal de almas predestinadas, ou outros novos livros!

Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:

“Olhou Ivanka e Haniel de mãos dadas, e se colocou entre os dois. As almas gêmeas estavam então, seladas.”

“Agora eu já ansiava pelas alucinações. Era um a forma de vê-la, ainda que cruel e ilusória.”

“Essa verdade me acertou, e admitir algo para si mesmo às vezes pode ser nossa pior escolha.”  

“[...] O horror se instaurou sobre mim como uma doença, o sufoco me apertava a garganta.”

“Nem sempre a escolha certa é uma opção. Às vezes, só precisamos decidir com qual pecado seremos capazes de conviver...”

“Amá-lo era tão certo e necessário quanto respirar.”


segunda-feira, 24 de outubro de 2016

RESENHA: UM ENCANTO EM CADA CANTO - CARLOS AUGUSTO SANTOS.



Quem ai é poeta? Quem ai gosta de poemas? Hoje eu trouxe a chance de conhecer um poeta novo e de ganhar um livro!




LIVRO: Um Encanto Em Cada Canto.
AUTOR (A): Carlos Augusto Santos.
PÁGINAS: 96.
EDITORA: Kelps.
SINOPSE: “Um Encanto Em Cada Canto reflete os encantos que podemos ver tocar e sentir. Encantos estes que transmitem diversos desejos para o próximo e para o mundo. Trás em si poesia com romance. Poesia da contemporaneidade. Uma mistura de amor com realidade.”


Poema não é só um conjunto de palavras com rima, poema é um ser que leva uma mescla de sentimentos envolventes ao leitor. Poema é o que traz poesia, e com isso quero dizer vida, ao leitor.


O livro ‘Um Encanto Em Cada Canto’ nos traz vida. Traz poemas que vão do amor até a nossa condição social de hoje. São noventa e seis poemas incríveis que nos trazem, além de alegria, reflexão.


Reflexão, pois nos faz lembra que ainda existe muito do preconceito, desigualdade social e destruição ambiental em nossa sociedade, e isso não é bom. Contudo, também existe amor, amizade, fidelidade, jovialidade e isso é maravilhoso.


Carlos (o autor) usa em muitos de seus poemas, rimas ricas. Esse tipo de escrita, que vem desde época do Parnasianismo, instiga o leitor a querer desvendar e ser o que está lendo. Carlos, parabéns.


A cada poema que eu lia, ficava mais apaixonada. Apaixonada pela força que o poema trazia mesmo sendo tão delicado. Apaixonada pela riqueza e amor que eu via escrito ali.


Deixando de falar sobre os escritos e indo para a diagramação, posso dizer que todos os poemas estão alinhados e de fácil acesso. A capa é incrivelmente maravilhosa, retratando natureza e amor como um só.


Eu poderia fazer aqui uma lista dos meus trechos preferidos como sempre, porém não conseguiria escrever só alguns. Para não transcrever todo o livro aqui, deixo que vocês leiam e encontre seus próprios trechos para acalentarem os corações!


Ps: O sorteio desse livro vai rolar lá no Instagram! (o link do perfil está aqui do ladinho, depois do tradutor!)

sábado, 22 de outubro de 2016

RESENHA: O CÉU É LOGO ALI - LILIAN FARIAS.



Hey cupcakes! Trouxe resenha de mais um livro da linda parceira do blog, Lilian Farias. Espero que gostem! :3




LIVRO: O Céu É Logo Ali.
AUTOR (A): Lilian Farias.
PÁGINAS: 115.
EDITORA: Divas.
SINOPSE: “O céu é logo ali representa a liberdade que são as borboletas e nos pássaros. Dolores e Clarice são mulheres que buscam tal liberdade. Dolores é uma mulher de muitas experiências; de vida simples e sem amigos. O único amigo que possui é esquizofrênico e a trata com muito carinho. Clarice é cheia de mimos e sempre teve de tudo, mas o que as liga são suas tribulações de sentimentos e busca por liberdade. Dolores fica encantada com o mais simples dos gestos, um pingo de chuva sobre a pele faz dela a pessoa mais feliz e livre do mundo. Já Clarice tem a vida dos sonhos, porém o destino pode destruí-lo com rapidez. O livro da Lilian é profundo e tocante. Ele nos mostra que devemos aproveitar o momento porque tudo pode acabar em um piscar de olhos." (Fernanda Bezerra) 


Quem interrompe o processo de metamorfose, deixa uma borboleta sem asas.”

O Céu É Logo Ali conta a história de duas mulheres, Clarice e Dolores, que queriam ser livres como borboletas. Queriam voar. Queriam ser livres e com sua liberdade “ser”.

Dolores trabalha em um bar/restaurante e tem por único amigo um esquizofrênico. Desde cedo Dolores teve se que se virar sozinha e por isso é uma pessoa solitária, mas até mesmo os pingos de chuva em sua pele a alegram. Para poder voar, ela começa a comprar roupas caras – parcelando em diversas vezes -, a usar suas maquiagens e deixar a entrada livre para conversas com todos.

Por outro lado Clarice é inteligente, tem uma boa condição social, um amor e 
autoestima bem elevada. Contudo, um acidente veio para mudar tudo. A antiga Clarice feliz, agora é só tristeza.

Ao começar a ler o livro fiquei encantada e comecei a viajar pelas asas das pequenas borboletas protagonistas. Já conhecia a escrita da autora (que por sinal adoro), e sabia que seria uma leitura cheia reflexão. E que reflexão!

Lilian (a autora) conseguiu capitar toda a essência do que significa liberdade e colocar nesse pequeno espaço de palavras. No final da leitura eu sabia que era uma mistura de Dolores e Clarice, mas ainda sendo eu e querendo voar!

A cada novo capitulo a minha vontade de voar como as borboletas e pássaros aumentava e acho que sei como fazer isso. Posso fazer isso sendo dona de mim mesma. Posso fazer isso sendo eu mesma. Posso fazer isso sendo livre. E você também pode!!

Dolores e Clarice são como as pessoas que ainda não possuem a si mesmas, mas que estão em busca disso. Aconselho vocês a continuarem à procura e espero que consigam voar.

Espero que leiam o livro, que supeeeer recomendo, pois além de tratar de um tema tão especial assim, tem uma diagramação maravilhosa!

Deixo abaixo, para vocês, minha seleção de trechos:

“Não importa o tamanho do seu castelo, se for de areia, um dia irá ruir.”

“Uma lua tomada pelo ciúme e abandono sonha com o momento da vingança.”

“Era uma menina, é uma mulher, é uma coveira e dona do cemitério. Aprendendo a lidar com as mortes diárias, enterrar e esperar florescer, era, portanto, uma florista.”

“[...] Todos precisavam passar pela evolução das espécies. Quem não se transforma massacra e assassina a própria sorte.”

“Quem criou as gaiolas vendeu a própria alma, quem se submete a uma gaiola não possuiu alma.”


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

RESENHA: IMPÉRIO DOS GUERREIROS (O REI DRAGÃO) - RODRIGO PONCIANO.




Cupcakes livreiros, quem ai gosta de leitura fantástica? Hoje tem resenha de um livro desse estilo! Vem ler!! 😍




LIVRO: Império dos Guerreiros (O Rei Dragão).
AUTOR (A): Rodrigo Ponciano.
PÁGINAS: 233.
EDITORA: Hope.
SINOPSE: “Como pode um garoto sonhador, mas sem nenhum preparo ou recurso, morador do grande Reino distante Menestron, terra de mistérios e criaturas abomináveis, descobrir-se como herdeiro da tão desejada espada do Rei Dragão e se transformar em um grande guerreiro? Essa é a história de Tolien, ajudado pelo mago Aduzam, seu amigo, rumo à conquista da lendária espada. Dama ou cavalheiro, guerreiro ou bardo, sinta-se convidado a participar das incríveis batalhas do jovem herói!
Comédia, drama, romance e muita aventura o esperam nessa fantasia de tirar o folego! Venha e, como Tolien, descubra seu papel no lar dos guerreiros e o ajude a desvendar os mistérios do eletrizante Império do Rei Dragão!”

Astron me diga o que escrever desse livro!
Império dos Guerreiros conta a história do jovem Tolien. Filho de um senhor de terras, o garoto sonhava em ser um guerreiro e servir o reino como seu primo Rogardes e sua amiga Samira, contudo não tinha sangue guerreiro e não poderia seguir seu sonho. Por outro lado, o mago Aduzam é despertado de seu sono reparador por sonhos enviados pelos deuses lhe pedindo que escolhesse o novo Deinakhir .

Por um esbarrão, garoto e mago se encontram e uma revelação é feita. Tolien, mesmo não podendo ser um guerreiro, é escolhido. Será que ele conseguirá fazer parte dos treinos? Será que conseguirá completar sua jornada? Vem ver!

Quando comecei a ler, já fiquei bem interessada por ser tratar da história de outro “mundo” com criaturas, guerreiros, reinos... Adoro livros assim! Além de ser uma leitura bem envolvente, a história de Tolien nos mostra que é possível sim conseguir o que quer se batalhar por isso.

A obra é cheia de reflexões, ditas por Eikki e Kerza (mestres de armas), que se aplicam não só para a vida de Tolien, mas também para nós na vida. Isso deixa a leitura cheia de conhecimentos, mas não tirando a diversão de lê-lo.

A escrita do autor é bem jovem, rebuscada quando preciso, mas sempre de fácil entendimento. O livro tem alguns errinhos, mas nada que mude drasticamente o contexto da história e dá para entender tudo direitinho.

Quanto à diagramação só posso dizer: meu Deus! Todos os capítulos são numerados e nomeados e cada um possui a ilustração de um personagem. No comecinho do livro tem um mapa muito legal que explica algumas localizações de momentos do livro.

Achei que esse livro foi o prenúncio de algo maior e... Eu exijo uma continuação!! 
Quero mais Tolien, mais Rogardes, mais Samira, Kerza, Aduzam, Eikki na minha vida! Quero saber o que acontece! Por favor!

Eu já sou uma guerreira e super recomendo para os adoradores de leitura fantástica!

Deixo abaixo, para vocês, minha seleção de trechos:

“O vento sul cortou o eito naquele momento, fazendo os fios vermelhos que desciam até o ombro da jovem dançarem, jogando as mechas rubras em seu rosto delicado.”

“- Enquanto alguns lutam contra o destino traçado, outros querem abraça-lo.”

“ [...] a força de um coração determinado que, mesmo inconsciente de sua força, é capaz de superar muitos desafios.”

“-Poucos são aqueles que podemos chamar de amigos. A maioria quer apenas o fracasso dos outros. [...]”

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

RESENHA: A CRIATURA - LAURA BERGALLO.



Pequenos cupcakes, hoje eu trouxe para vocês a resenha de mais um livro da nossa que parceira Laura Bergallo. Espero que gostem! 




LIVRO: A Criatura.
AUTOR (A): Laura Bergallo.
PÁGINAS: 122.
EDITORA: Escrita Fina.
SINOPSE: “O combate já vai começar. Só que, desta vez, será dentro do computador. O cibertransporte garantirá a entrada do prepotente Eugênio na máquina. Ele vai lutar, num game chamado Greeks, contra um personagem que ele próprio criou. Criador X Criatura.
Será que, como nos mitos gregos, a criatura há de amargar um castigo eterno ou vai virar o jogo?”


“A Criatura” conta a história de um jovem programador de games muito famoso. Eugênio é um garoto prepotente, egoísta e invejoso que desistiu da empresa onde trabalhava por uma proposta da Magnum Softwares para criar um game a ser testado pela nova inovação da empresa: o cibertransporte.


Com essa novidade, Loser (um personagem virtual criado pelo garoto para testar seus games) ganha vida e o desafia a jogar com ele cara a cara, dentro do computador, para ver quem é o melhor. Usando o novo jogo de sua antiga empresa, Greeks, Eugênio e Loser se enfrentam. Quem será que irá levar a melhor?


Comecei a ler a obra super empolgada, pois já conhecia o trabalho da autora e adoro sua escrita jovem, e o livro atendeu a todas as minhas expectativas! Apesar de ser curtinho, nos prende de uma forma muito agradável e é um daqueles livros de leitura de um dia, além de ser bem divertida.


A diagramação é maravilhosa, com divisão de capítulos numerados e “fases” do livro. A capa então, nem se fala! Laura (a autora) colocou todo seu amor pela tecnologia nesse livro.


Quanto aos personagens, eu gostei bastante do Loser, senti um pouquinho de pena pelas maldades do Eugênio. Tenho que dizer que o final me surpreendeu bastante, me deixou com uma bela de uma ressaca.


A obra é realmente muito boa. Um livro divertido, jovem, com personagens e diagramação muito bem construídos. O toquezinho de mitologia grega cativou meu coração e me fez adorar ainda mais.


É uma ótima pedida para sair de um dia preguiçoso. Um pouco de ação!


Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:


“- Não sei, mas me impressiona muito. Tem a ver com tudo o que acontece... entre criador e criatura.”

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

RESENHA: CAUSA & EFEITO - ALOÍSIO ALVES DE ANDRADE.



Hey cupcakes! Querem resenha de livro com tema discutido atualmente? Então segura essa! 💕



LIVRO: Causa & Efeito.
AUTOR (A): Aloísio Alves de Andrade.
PÁGINAS: 179.
EDITORA: Produção Independente(Clube dos Autores).
SINOPSE: “Não é fácil ser agarota nova da escola. Ainda mais quando se tem o vírus HIV. Pensei que isso seria o maior preconceito que eu sofreria, mas estava errada. Morar em uma favela e ser negra também foram motivos de bulliyng. O pior foi se apaixonar pela pessoa errada e ser correspondida. E pra sair desse inferno, só tenho uma escolha: vencer ou vencer! Eu sou a Ruth, e essa é minha história?”



O livro “Causa & Efeito”, conta a história de Ruth, uma jovem negra e que após um acidente acabou se tornando portadora do vírus HIV. Após isso, sua mãe decidiu conseguir uma bolsa de estudo em uma escola de renome, pensando que assim a filha não seria alvo de preconceito. Todavia, Dona Inês e nem Ruth poderiam imaginar que mesmo nessa escola, os preconceitos sofridos seriam piores.


Ruth, cansada de sofrer se afasta de tudo e todos, até mesmo de Pedro. Garoto simpático e que parece não se importar com sua cor, condição social e com o fato de ter esse temido vírus. Eles acabam se apaixonando, mas será que em meio a tanto sofrimento e outros relacionamentos, eles conseguirão ficar juntos?


Quando iniciei a leitura, estranhei um pouco a escrita, mas ai eu vi que realmente era um livro jovem, para adolescentes principalmente, e então me apaixonei! Essa escrita jovem é bem fácil, e acabei lendo em poucas horas.


Ruth chegou para mostrar mais uma vez que preconceito é uma coisa de bárbaros. Eu sou Ruth, você é Ruth e todo o mundo é como Ruth. Mesmo que tenhamos nossas diferentes características, somos iguais. Mesmo que tenhamos classes sociais diferentes, somos iguais. Somos pessoas, e isso não vai mudar só porque alguém se acha superior em sua cor.


A obra trata de assuntos frequentes hoje em dia, e eu ficaria feliz se ele fosse livro obrigatório de escola. Com certeza, fazer um projeto sobre ele mudaria a forma de pensar de muita gente.


E o que falar dos personagens? Alguns tão resolvidos e outros com suas divergências. Achei os irmãozinhos de Ruth bem fofos e torço para que todos eles tenham vidas maravilhosas. Mas, se tem uma personagem que não gostei, foi Jessica. Que serzinho ruim, meu Deus!


Quanto à diagramação do livro, achei maravilhosa. Além de ter uma capa linda e super chamativa, o interior é cheio de ilustrações incríveis com as quais os leitores são presenteados.


O livro é todo cheio de ensinamentos maravilhosos e estou ansiosa para ler os próximos livros, Aloísio!


Será sempre recomendado!


Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:


“Estava perdida em meio a tantos rostos diferentes. Sozinha no meio de tanta gente.”


“[...] Pessoas com AIDS ou HIV são pessoas como vocês. Pessoas! Estão ouvindo?”


segunda-feira, 10 de outubro de 2016

RESENHA: EU ME POSSUO - STELLA FLORENCE.




Cupcakes! Hoje tem resenha? Opa, é claro que tem! E ela fica com o livro incrível de Stella Florence!



LIVRO: Eu Me Possuo.
AUTOR (A): Stella Florence.
PÁGINAS: 182.
EDITORA: Panda Books.
SINOPSE: “ ‘O fato de eu ter me sentido atraída por você, ter ido a sua casa, ter desejado transar com você, não significa que você poderia me violentar. Desejar um homem não é o mesmo que desejar ser estuprada por ele. Você disse que tem ido ao meu bar a fim de se desculpar por alguma má impressão que tenha deixado em mim. Você  não deixou uma má impressão, Gustavo. Você cometeu um crime. Talvez agora você me pergunte por que eu não te denunciei já que afirmo que você é um criminoso.
Naquela noite, eu dei um nó no meu vestido para disfarçar o rasgo que você fez e me limpei como pude no elevador. Fiquei perambulando pela rua meio tonta, depois entrei num taxi e fui para a casa da minha avó. Fui direto para o chuveiro limpar aquilo de mim.
Me senti suja, me senti culpada, me senti inferior, me senti até ruim de cama: carreguei por muito tempo acusações que serviam para você, não para mim. Minha falta de experiência me fez acreditar que a culpa era minha, que eu apertei algum botão maldito em você e que talvez sexo fosse aquele horror mesmo. Por isso eu me mantive em silencio. Mas meu corpo gritava!’ ”



Este livro cona a história da jovem Karina, uma estudante de odontologia com a vida praticamente formada, mas prestes a ter uma grande reviravolta ao ajudar uma amiga em seu bar.


Essa mesma Karina, antes com 17 anos, foi violentada por Gustavo que hoje a ‘persegue’ para que ela entenda que ele mudou e não queria ter deixado uma má impressão com ela. Ele pode não saber ou não querer ver que cometeu um crime, mas hoje, Karina não é mais uma menininha e sabe disso...


Stella Florence conseguiu, talvez como ninguém, falar de um assunto tão delicado e colocar na sobrevivente uma história de superação, de amor próprio e de perdão.


Desde o momento que comecei a ler, vi que seria uma leitura de pura reflexão. Nós, mulheres, saímos nas ruas com medo. Com medo de ser assaltadas. Por que sim, estupro é um assalto. Um assalto de virtudes, de emoções, de poder sobre o próprio corpo. Um assalto daqueles que tiram o poder de ser de si próprio e de mais ninguém. E assalto pior que esse, nunca existirá.


Karina não é somente Karina agora. Hoje, ela é o mundo. Sim, como ela mesma disse: isso não acontece só com mulheres. Infelizmente, isso pode acontecer com qualquer um.


Há também um quesito de grande erro, que seria “estupro só é estupro se for físico”. Estupro é estupro se for físico, se for psicológico, se for algo contra a sua vontade, se for algo que aconteça quando você não tem o poder de decidir por si... Estupro é estupro seja como for, e o único nome que deveria ter é Crime Hediondo.


Eu Me Possuo, é um livro que  inspira outro olhar para a vida a quem o lê. Karina ensina, além de que você pertence a você e a mais ninguém, a perdoar. A amar novamente. A ser quem você é, não se definindo pelo erro de outra pessoa.


A obra deveria ser lida por todos. O que não duvido que aconteça, pois sua capa além de ser linda chama atenção de longe pelo grande título estampado nela. Título esse que poderia ser uma frase para ser levada conosco para o resto da vida. O interior do livro também é bem bonito, possuindo divisão de capítulos numerados e pequenos detalhes que nos fazem sentir calmaria.


Um dos melhores livros que poderiam ter sido escritos. Mega recomendo!


Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:


“[...] a dor é um espinheiro que sufoca tudo ao redor, inclusive, e, sobretudo, a razão.”

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

RESENHA: ATFA E OS ELEMENTOS - SIDNEI CROVADOR JR. E THAIS M. CROVADOR.



Oi oi cupcakes! Como vocês estão? Querem resenha? Eu trago! E a resenha de hoje fica com o livro dos irmãos Crovador! 



LIVRO: ATFA E Os Elementos.
AUTOR (A): Sidnei Crovador JR. e Thais M. Crovador.
PÁGINAS: 256.
EDITORA: Arte Editora.
SINOPSE: “ ‘Passaram-se 70 amos. Então, o chamado veio. O Lorde reergueu-se. Os guardiões ressurgiram. Reinos começam a entrar em guerra. O povo clama por justiça...’
Até que ponto você se arriscaria para salvar a vida de desconhecidos? A união dos elementos herdados pelos deuses será forte o bastante para mediar à situação?
Existe bem e mal ou todos são movidos somente pelo que lhes convém? A que ponto a ambição passa acima do caráter, e a busca pelo poder domina a todos? “


PELOS DEUSES ATFANOS, O QUE É ESSE LIVRO?!

A obra conta a história de um mundo protegido por magia de diferentes espécies. Tudo começa quando ATFA é ameaçada pelos poderes do Lorde (o maior mal dos reinos), e Jheneg juntamente com o Conselho do Mundo de ATFA, se vê obrigado a chamar Os Guardiões.

Os Guardiões são jovens de uma mesma família que possuem poderes dados pelos deuses atfanos – herdados por seus antepassados - e tem o dever de ajudar os habitantes do mundo magico quando for preciso. Somente os seus poderes (ar, terra, fogo, água e luz) são capazes de derrotar O Lorde, mas será que em meio a tantas aventuras, muitas vezes perigosas, eles conseguirão?

Quando comecei a ler o livro fiquei um pouco confusa com tantos nomes, cenas, reinos e criaturas, mas isso é só se acostumar e logo eu sabia todos os nomes dos personagens. Personagens esse, que são muitos tendo suas participações na história, interligadas.

Falando em personagens, todos são muito bem construídos desde o mais cruel, passando pelos mais corajosos e amáveis, até chegar aos mais brincalhões. Foram criadas personalidades condizentes com os seres não humanos também, o que só torna tudo mais “real”.

Em vários momentos a obra me lembrou de dois outros mundos diferentes, mas maravilhosos: As Crônicas de Nárnia e As Crônicas de Gelo e Fogo. Nárnia, por ser um mundo mágico recebendo jovens do mundo normal, e Gelo e Fogo nas partes e linguajares mais violentos. E isso só fez com que eu gostasse mais da história.

Para mim, esse foi um ótimo primeiro livro. É daqueles que prenuncia o que vem pela frente e tem um final que deixa um maravilhoso e desesperado gostinhos de quero mais. Atrevo-me a dizer que “ATFA E Os Elementos” foi uma “iniciação” no mundo atfano e que ainda vêm muitas surpresas por ai. ADORO!

Quanto à diagramação do livro, só tenho a dizer que é maravilhosa. Contêm capítulos numerados e nomeados, ilustrações feitas pelos próprios autores, apêndice (o que ajuda a memorizar o nome dos personagens, fica a dica), além de ter um pouquinho do próximo livro!

Eu simplesmente amei o livro e quero ATFA E As Sete Lendas já!!!

Super indico!

Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:

“[...] Mas, de uma coisa tenho certeza, sangue será a tinta que escreverá as páginas da história de Atfa daqui para frente!”

“[...] Seus olhos eram tão brilhantes de umidade que o deixavam mais cativantes.”

“[...] Não vou facilitar quando a hora do confronto chegar.”


Ps: Segue lá no Instagram e fique por dentro de todas as postagens! (https://www.instagram.com/teaandbooks_s2/)
                                





quarta-feira, 5 de outubro de 2016

PEQUENAS IMPRESSÕES: CONVERGENTE!




Ooi galera, tudo bem? 

Hoje eu farei uma coisa diferente aqui no blog!

Quem acompanha o Tea and Books no Instagram (https://www.instagram.com/teaandbooks_s2/), já sabe que criei uma nova sessão chamada Pequenas Impressões. Nessa sessão, eu vou falar de um livro + um filme; se eu gostei do livro e da adaptação, se veria ou leria novamente, se recomendo, entre outros. 

Quem vai escolher o livro?
Vocês! Todo mês eu vou colocar uma foto no Instagram, e vocês votarão no livro/filme que querem ver no próximo post. Ou vocês mesmos podem tirar um foto do livro + filme e marcarem o perfil pedindo para ser o próximo tema, então siga e fique ligadinho. *-*

O tema de hoje já foi escolhido (entre os livros da foto acima) e eu espero que vocês gostem!


   


                                  



* Escolha: Convergente (Trilogia Divergente).

  •       Como conheceu o livro?

Eu sempre tive uma vontade grande de começar a ler a trilogia, mas nunca peguei o primeiro livro a sério para ler. Porém, no ano passado eu ganhei o último livro e então embarquei nessa história e fiquei apaixonada. Apesar de ser o ultimo livro e considerado por muitos “um livro triste com final ruim”, Convergente é o meu livro preferido entre eles.
  •      O que achou do filme?

Logo que o filme saiu, eu fiquei muito curiosa e fui correndo assistir. Eu gostei bastante do filme em si, achei que tem bastante ação e efeitos maravilhosos. Foi um filme bastante interessante e emocionante!
  •                O filme fez jus ao livro?

Não, não fez. Como eu disse, adorei o filme e sou apaixonada pelo livro, mas quando vi Convergente, não era uma adaptação do livro que estava vendo, mas sim uma nova história. “Mas você não disse que o filme é bom?” Sim, ele é. Mas em separado do livro, né gente?
Tenho certeza, que se eu tivesse apenas visto o filme (todos eles), eu formaria uma história completamente diferente na cabeça e adoraria. Tenho certeza que se tivesse apenas lido, formaria uma história completamente diferente na cabeça e adoraria. Porque, para mim, os dois juntos não dá. Posso dizer que fiquei decepcionada.
  •         Você assistiria ou leria novamente?

Sim, mas sem tentar associar um ao outro.
  •          Você recomenda?

Recomendo sim. Mas como eu disse, é diferente, bem diferente. Então, se você já leu o livro e que conhecer o filme, não espere ver a mesma história igualzinha nas telinhas.


Bom, cupcakes é isso! Espero que tenha gostado e que vote/sugira novos temas para o próximo post. Estarei esperando lá no Instagram!