sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

RESENHA: A IMPROVÁVEL ANNELISE - TATYANA AZEV.




Oooi pessoal! Hoje, nessa manhã fria, eu trago para vocês a resenha de um livro maravilhoso! Espero que gostem!  👽💕




LIVRO: A Improvável Annelise.

AUTOR (A): Tatyana Azev.

PÁGINAS: 279.

EDITORA: Produção Independente.

SINOPSE: “Era uma vez pessoas de um planeta distante, poderes especiais, um sequestro, um Guardião e uma pedra. Essa realidade fantástica invade a vida da pacata Annelise no dia em que seus pais desaparecem. Longe de casa e cercada de estranhos desconhecidos, ela se descobre descendente do povo de Antera e deve aprender a confiar em seus instintos para salvar a família. Uma aventura cheia de sentimentos e surpresas.”

 

 

Com “A Improvável Annelise” conhecemos a história por trás da vida das gêmeas Toder. A vida de Annelise – uma das gêmeas – muda drasticamente quando recebe o telefonema de sua irmã Elissa, com quem nunca se deu bem, dizendo que seus pais morreram.


A garota tenta a todo custo voltar para casa, porém sua irmã diz que ela deve esperar no aeroporto por um antigo amigo da família, Hans. Com ele e Oliver (seu Guardião, filho de Hans) Annelise se descobre uma anterana, ainda sem poderes, e que provavelmente seus pais ainda estão vivos. 


Annelise resolve estudar a história de seu povo (vindos de um antigo planeta extinto) e acaba por descobrir que nunca houve uma rainha anterana na Terra. Contudo, descobre também que seus poderes juntamente com os de Elissa, poderão salvar seus pais. Mas, será que as poderosas gêmeas conseguirão? Será que após anos sem fim, uma rainha surgirá?


A obra tem uma história envolvente e um tanto diferente do que eu estou acostumada. Acho que nos meus sete anos de leitora, nunca antes tinha lido um livro sobre povos de outro planeta e foi uma experiência maravilhosa que o primeiro tenha sido nacional.


Tatyana (a autora) nos traz, velado em um romance engraçado e juvenil, o companheirismo entre família, as confusões sentimentais de adolescentes descobrindo o amor, seja ele destinado a um parceiro ou uma parceira, as responsabilidades de estar à frente de um povo e o poder maligno que a ganância exagerada tem sobre o ser humano (ou anterano *-*) de uma forma bem natural.


Todos os personagens são maravilhosamente bem construídos e desenvolvidos, tanto em sua trama pessoal quanto na historia como um todo, e isso é muito importante para que a leitura seja prazerosa.


Eu amei a relação que foi construída entre os personagens (não falarei muito a fundo para não dar spoilers) e queria uma companhia para o Jake também, afinal um romântico como ele não deveria ficar só.


Eu preciso falar da diagramação? Porque, olha me deixou sem palavras! O interior, com divisão em capítulos numerados e nomeados, é tão lindo quanto à capa. Tudo isso regado de uma escrita leve, torna a leitura incrível!

Acho a Anne incrível e se pudesse, encolheria ela e colocaria junto do livro na minha estante, bem bonitinha! Claro, com o Olly junto... Ia ser demais!

Ah, se você Tatyana, quiser escrever uma continuação falando mais da vida de certa anterana poderosa e muito esperada, eu vou amaaaaaaaaaaar ler!

Super recomendo!

Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:

“Anne não respondeu, apenas o encarou com toda a secura que a preenchia.”

“Como era possível alguém se sentir triste e feliz, esperançosa e depressiva, confiante e desconfiada, raivosa e tranquila, tudo ao mesmo tempo?”

“Quando seus lábios se tocaram, o coração acelerou. Quando a língua de Oliver encontrou a sua, foi com se todos os sentimentos explodissem dentro dela, misturando-se e se confundindo.”

“- Certas pessoas são como navios que só passam uma vez pelas nossas vidas. Cabe a nós decidir se arriscamos embarcar mesmo sem saber o destino final ou se ficamos na segurança do porto já conhecido.”


“Não havia outro sentimento para descrever aquele momento a não ser paz. A paz que toma conta de um lar toda a vez que uma família se reencontra.”

2 comentários:

  1. A resenha e os trechos mencionados do livro estão maravilhosos! Mari, quem leu este livro, amou e eu acredito que por ser uma produção independente se equivale aos de editora porque tem uma qualidade fantástica!

    Beijos, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo super! Eu também amei o livro e estou in love pela autora! ❤

      Excluir