sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

RESENHA: SOBREVIVENTES DO CAOS - BIANCA GULIM.



Hoje a resenha vai ser do livro da parceira Bianca! Aproveitem!









LIVRO: Sobreviventes do Caos (2323).
AUTOR (A): Bianca Gulim.
PÁGINAS: 183.
EDITORA: Produção Independente.
SINOPSE: “Em um mundo distópico, no ano 2323, após ser quase dizimada por um vírus mortal e pela guerra, a raça humana tenta se reestruturar. Com poucos recursos disponíveis, a humanidade encontra-se dividida em grupos que vivem de acordo com regras impostas por seus líderes.
Celine cresceu nesse ambiente hostil e se tornou líder dos guerreiros de seu povo após a morte de seus pais. Seu grupo se envolve em diversos conflitos e a jovem precisa tomar as decisões que julga corretas para garantir a sobrevivência de seu povo, enquanto se envolve num forte romance, do qual tenta se manter afastada.
Aos poucos, ela descobre mais sobre as pessoas que a cercam e percebe que, quando se trata de lutar pela própria vida, poucos são previsíveis. Só os mais fortes sobrevivem, e os mais fortes normalmente são os mais cruéis. Nesse ambiente, o mais difícil é saber quem realmente está ao seu lado e quem é um traidor.
Será Celine capaz de manter sua benevolência frente à tanta violência que a rodeia? Seu coração terá espaço para a paixão, cercado de tanto ódio?
Prepare-se para muita adrenalina e romance nesse primeiro livro da trilogia 2323. Você vai perder o fôlego!”





O livro “Sobreviventes do Caos” conta a história de Celine, uma guerreira que enfrentou diversos problemas, mesmo em tão pouco tempo de vida. A jovem vive em um mundo muito além dos dias de hoje, no ano 2323, que servirá de palco para uma história surpreendente.



Celine vê sua vida mudar totalmente quando é inundada com novas paixões, traições, amizades e muito sofrimento quando perde pessoas muito importantes para ela em um ataque ao seu alojamento.



Após isso, ela se une com pessoas de objetivos iguais para tentar recuperar o seu povo. No entanto, essa guerra trará sensações inovadoras e uma surpresa não tão boa para a jovem Celine...



O inicio do livro, mais precisamente o capitulo Zero, me lembrou de outra trilogia distópica que amo: A Passagem (Justin Cronin). Contudo, a obra logo começou a ter as suas próprias características, fazendo com que eu me apaixonasse pela história.



Bianca, a autora, escreve lindamente e com palavras fáceis, tornando a leitura tanto jovial quanto um pouco mais adulta. Senti-me dentro do livro a cada página lida e, por conta disso, li o livro rapidamente.



É fato que podemos ver nitidamente os sentimentos que viajam pelo coração de Celine e são espalhados através de sua personalidade. Meio estourada ela, não é Bianca? Amei!



A história é toda narrada por ela, e somos surpreendidos com os acontecimentos a mesmo modo que ela. Dessa mesma forma, nos apaixonamos por Max, com ela.



Mesmo sendo um livro com tema de caos e bastante ação, o romance de Celine e Max se encaixou perfeita e intimamente no contexto. Não é de forma alguma um daqueles relacionamentos chatinhos que, às vezes, lemos por aí.



E tem o que falar da diagramação? Sim, a obra é toda divida em capítulos enumerados, mas o que ganha mesmo é essa capa magnifica!



Sem me alongar mais, posso dizer com certeza que foi uma leitura incrivelmente surpreendente. Ainda Mais com um final desse... Deixou-me de queixo caído e olhando para as palavras finais por um longo tempo! Já quero a continuação!!!



Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:



"Acho que só conhecemos uma pessoa de verdade quando passamos por momentos de sobrevivência ao lado dela.”



“O tempo passa rápido quando paramos para pensar na vida.”

4 comentários:

  1. Oiee!!
    Que bom que vc gostou, fico muito feliz!!!
    Eu adoreeeei sua resenha, muito obrigada!!
    A Celine é esquentadinha mesmo! Mas, ela está aprendendo a segurar sua emoção e no segundo livro da trilogia ela vem muito mais estrategista, deixando a razão superar o calor do momento!
    Espero poder te mandar o segundo livro em breve!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Biancaaaa, estou sentindo uma felicidade inenarrável por você ter gostado! <3

      Ai meus deuses, não me diga isso que meu coração para! Já quero muito conhecer essa nova Celine <3

      Excluir
  2. Já vi muitas resenhas e confesso que a sua me deixou bem curiosa, ainda que distopia não seja ainda um dos meus gêneros favoritos, masss o que ando percebendo é que não devemos nos limitar a isso. Vou procurar saber mais, até porque ganhei este livro em um sorteio e estou ansiosa para resenhá-lo!

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente não devemos nos limitar <3

      Parabéns por ter ganhado, espero que goste do livro tanto quanto eu !

      Excluir