segunda-feira, 27 de março de 2017

BRASILEIROS POETANDO: QUARTO POEMA + EXTRAS!





Hey galerinha! Hoje eu trouxe não um, mas três textos da ganhadora do Brasileiros Poetando, para finalizar as postagens! Esperamos que gostem! 



Texto 1:


O amor de prima Vera

O despertar de sabores, o cultivo das flores, os jardins de amores. A infância, a juventude, as sementes do presente. Os frutos de um casulo, assim quase maduro, mas que precisa de um tempo. A metamorfose, a borboleta, o poder das asas. O primeiro voo meio desajeitado, não conhecia o que era ser amado, pousou para acalmar seus ânimos. Pensou que sabia de tudo, já conhecia o mundo e foi se aventurar. Quebrou as suas asas, perdeu o controle de si, foi arrastada pelo vento. E numa estação tão sentimental, prima Vera simplesmente parou de sentir. Voou para longe. Sozinha.


Texto 2:


Jaz de cera

Ela era feito giz de cera, desgastada nas mãos de amadores. Serviu de azul-turquesa, para o céu, embora não gostasse da forma como a esfregavam no papel. O amarelo-ouro coloriu o dia ensolarado, mas os raios causaram uma queimadura. Certamente, não se preocuparam. É só um giz de cera! Não existe forma de que isto o fira. Apontaram. A lâmina talhou em suas extremidades, modelando de acordo com o que precisavam no momento. Púrpura. Sem que precisasse cobrir alguma área em branco, fizeram-na sangrar até a última gota. As cores desbotaram e o giz, jaz. Nunca mais viu cor alguma.


Texto 3:


Cor e ação

Coração não bombeia, bobeia. De cor e ação, falta-lhe muito. Acusam-no de oco, mas ele não parece ser vazio. Está rouco. Grita muito! O escutam pouco. Ah, se parassem para ouvir o que ele tem a dizer... Está cansado de servir de decoração. Está por um fio, sem tempo para laços. Desfazendo nós. Nós. 




Espero que todos vocês tenham gostado do concurso, que tal um novo? Dessa vez de contos? Deem opiniões

2 comentários:

  1. Obrigada, tenho tanto carinho por estes textos <3

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir