segunda-feira, 8 de maio de 2017

RESENHA: BIBLILOVE (PRINCESAS POSSÍVEIS) - MOIRA BIANCHI.



Oooi cupcakes! Como estão? Hoje trouxe resenha de uma parceira muito fofa! Aproveitem!




LIVRO: Biblilove (Princesas Possíveis).
AUTOR (A): Moira Bianchi.
PÁGINAS: 106.
EDITORA: Produção Independente.
SINOPSE: “Sempre há um pouco dos contos de fadas em cada um de nós, basta olhar com atenção.
Bem escondido, essa pitada de fantasia floresce quando nos distraímos antecipando uma festa, sofrendo com implicâncias de um chefe exigente, em momentos de pouca precaução ou simplesmente fantasiando soluções mágicas para dilemas do coração.
Assim como nós, essas seis amigas são um pouco disso, um pouco daquilo...
Em BibliLove, Cibele tem muito de ‘A bela e a fera’. Ela diz:
Sombra e água fresca poderiam me descrever antes ‘do fim’.
Vivia tranquilamente com meu pai tocando nossa livraria especializada, lidávamos com o que havia de melhor na literatura até que o Leão entrou na minha vida.
Ele queria um ghost writer, eu quis me divertir na caça.
Ele mirou no que não viu, eu foquei no que vi e depois ‘do fim’, acertamos os dois.”


Em “Biblilove” conhecemos Cibele, uma fera loura, lutadora e amante dos livros. No outro lado da estória, temos Petrônio, um ex-lobista a procura de um ghost writer. Cibele não se permite ter um relacionamento sério por conta de seu pai – que nunca lhe deu uma madrasta -. Já Petrônio nunca se deixaria ter um relacionamento com uma moça bem mais nova que ele.


No entanto, o ghost writer que Petrônio precisa acaba sendo o pai da linda fera loura. Seus caminhos se cruzam ai. Jogos de sedução se iniciam apesar do receio de ambos e da melhor investida dela.


Amor, receio, dor, amizade, livros, loucuras e medo permeiam a relação do casal. Mas será que realmente existe um casal? Será que nos cantos escuros da Biblilove – livraria que Cibele tem com seu pai – o amor nascerá?


Existe saudade da escrita de alguém? Com esse livro descobri que sim! Estava morrendo de saudades da escrita de Moira (autora) e foi muito bom retornar logo com uma série! Melhor ainda, foi conhecer esse grupo de seis amigas que estão nas obras, tendo elas como a primeira Cibele, uma jovem bela, mas que tem muito mais de fera do que se pode imaginar.


A estória acontece em 2014, no ano do terrível 7x1, e vai se desenrolando pelos anos da vida de Cibele e suas amigas (esse é mais focado somente em Cibele mesmo, as outras amigas o leitor conhece no decorrer da série). E eu amei acompanhar esses anos e suas surpresas!


A relação das personagens é muito bem construída, seja a de amor de Cibele para com seu pai, seja a de amizade com as amigas, ou a confusa relação com Petrônio em sua paixão avassaladora e seu medo.


A escrita, que tanto senti falta, é incrível. Obvio que os detalhes picantes do casal principal não poderiam faltar, né? Característica de Moira! Todas as cenas são maravilhosamente descritas e cheias de detalhes.


A diagramação então? L-I-N-D-A! É possível perceber nas capas que nenhuma das nossas princesas do dia a dia mostram seus olhos e isso tem um significado especial: mostrar que amor não está presente só no olhar.


Enfim, eu recomendo a leitura desse e dos restantes da série. A próxima resenha já será do segundo livro!


Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:


“Uma vez estabelecido pela metafísica que ‘dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço’, a conclusão pareceu óbvia. É claro, uma coisa precisa sair para outra entrar. Porém, quando o espaço confinado é o coração, a coisa muda de figura.”


“‘Vai voltar a ser você mesma, a vida continua. ’ [...] ‘A diferença é que vai carregar essa cicatriz. ’”



Nenhum comentário:

Postar um comentário