segunda-feira, 3 de julho de 2017

RESENHA: CONTO DE DRAGÕES - FABI ZAMBELLI.




Boa tarde pessoal, tudo bem? Hoje trouxe não só mais uma resenha, mas também uma questão intergalática... Confere!






LIVRO: Conto de Dragões.

AUTOR (A): Fabi Zambelli.

PÁGINAS: 414.

EDITORA: Novo Século.

SINOPSE: "Mariane, uma jovem universitária no auge de seus 20 anos, tem uma vida pacata e comum. Desde pequena ela sonha com criaturas místicas e sobrenaturais. No entanto, esses sonhos começam a ficar cada vez mais reais. A rotina que ela conhecia é completamente abalada quando um garoto misterioso entra em sua vida. O nome dele é Andrey, e parece ser perigoso – não que isso realmente importe para Mariane, já que ela se sente cada vez mais atraída por aqueles olhos verdes e profundos. Quando Andrey resolve abrir o jogo e revelar quem realmente é, o mundo da garota vira de cabeça para baixo e ela se vê envolvida numa guerra sobrenatural, na qual parece ser a chave da vitória dos dragões sobre os giants – criaturas místicas das quais, até então, ninguém ouvira falar. Mas há mais mistérios ao redor de Mariane do que ser simplesmente a "arma secreta". Dragões e humanos precisam se unir para vencer um inimigo em comum. E em meio ao caos surge um amor improvável."






“Conto de Dragões” nos traz a vida da linda e jovem universitária Mariane. A moça tem uma vida aparentemente normal, mas que de uma hora para outra muda radicalmente quando ela começa a ter sonhos com dragões.



Além desses sonhos, Mariane recebe ligações e a visita de um homem extremamente lindo: Andrey. O que Mariane não sabe é que esse jovem de olhos profundamente verdes e voz encantadora é nada menos do que um dragão vindo de outro planeta e que está em guerra com outra criatura assombrosa: os giants.





O casal passa por grandes percalços, mas Andrey tenta sempre conquistar Mariane, pois além de eles terem uma compatibilidade crucial para a guerra entre espécies alienígenas, ele a ama. Será que Mariane conseguirá amá-lo mesmo sabendo o que é? E se sim, o que isso trará de bom para a guerra?



Fabi (a autora) criou uma trama sensacional nessas 414 páginas. Nunca parei pra pensar nessa questão assim. Já imaginei dragões, e ao mesmo tempo penso em outras civilizações planetárias. Contudo jamais imaginei os dois juntos e Fabi incutiu isso em mim. Será?




Será que além de existirem outros planetas e civilizações, eles serão de criaturas místicas e incríveis como conhecidos dragões? Por que não, não é? Afinal, toda ficção tem um fundo de verdade e o universo é gigantesco...




Apesar de ser uma estória que se liga a outros planetas, a obra é concentrada na cidade brasileira de Jundiaí e comporta altas doses de amor, amizade, drama e muito, muito, muito suspense!




A escrita da autora tem pontos mais formais enquanto outros são mais populares, tornando a leitura bem jovem e rápida. Nesse caso o livro parece ser bem menor do que é, pela fluidez, fazendo com que não seja possível a pausa na leitura.



Já os personagens... Bem, são completamente variados, mas com personalidades muito bem definidas, o que não nos deixa ficar perdidos mesmo que haja um grande número deles.



Além de tudo isso, eu não poderia deixar de citar a diagramação. Como sempre, meus parceiros arrasando na capa e detalhes do interior. Essa obra, além de ter divisão de capítulos nomeados e numerados, possui pequenas divisões com desenho de dragões negros.



Misturando toda uma guerra sobrenatural, mística e alienígena com um típico romance brasileiro, Conto de Dragões é uma ótima pedida para um dia ensolarados, um dia chuvoso, para tirar o stress, para passar o tempo... Enfim, a qualquer momento! Amei e índio muitoooooooo!



Deixo abaixo, para vocês, a minha seleção de trechos:



“Quando você começa a duvidar da verdade, é hora de começar a investigar o que é realidade.”




“Mariane entregou-se ao beijo. Estar ali, dentre aqueles braços que tantas vezes a seguraram e a protegeram, lhe dava uma sensação de segurança e calma maravilhosa. Estar ali com ele, beijando-o e abraçando-o, sentindo a respiração e os seus batimentos cardíacos, era a melhor forma de lhe passar a mensagem ‘tudo vai ficar bem’.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário